terça-feira, 22 de março de 2016

Leves...

Em voos entre montanhas
em dedos entrelaçados
em gestos compassados

A cada dia, uma flor
a cada dia, ardor
com o tempo

amor

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Inquietação

Foi com o vento que ela chegou
Não pude perceber
Foi algo tão sutil
Entranhado nas agruras
Entre passos maus dados
Enquanto esquecia de meus temores
E flertava o aplauso

Tão previdentes medos
Esquecidos entre a sedução
E a ilusão da franqueza
Aquela que, depois de tempos,
Começo a perder de vista

Ela chegou e anda comigo
Atravessa-me o peito sem que eu queira
Tomara logo tomemos caminhos diversos

Tomara o vento continue soprando